Conheça os sintomas da Salmonella

Falamos nas nossas redes sociais sobre a Salmonella é uma bactéria que pode causar dois tipos de doença, dependendo do sorotipo: salmonelose não tifóide e febre tifoide.

A forma mais comum da transmissão é pela ingestão de alimentos contaminados e maus hábitos de higiene.

Conheça alguns sintomas:
– Diarréia
– Vômito
– Febre
– Dor abdominal
– Mal-estar
– Cansaço
– Perda de apetite
– Calafrios

A infecção é confirmada por meio de exames de sangue e fezes.

Para prevenir lave sempre as mãos e os alimentos antes de consumí-los. Não coma carnes e ovos mal cozidos.

Manter uma alimentação saudável influencia positivamente na saúde e qualidade de vida das pessoas.

Alimentação saudável

Manter uma alimentação saudável influencia positivamente na saúde e qualidade de vida das pessoas.

Considera-se alimentação saudável o consumo principalmente de alimentos naturais durante as refeições. É importante ressaltar que a quantidade necessária para se ter uma alimentação saudável varia de cada organismo, já que para isso deve ser mensurado altura, a idade, o peso, como também a saúde de cada pessoa além das atividades físicas praticadas. A alimentação saudável ajuda a combater doenças, manter o peso corporal saudável e um bom desenvolvimento físico.

Dessa forma, é primordial que se evite o consumo de alimentos industrializados. Dado que, na maioria das vezes, estes alimentos são compostos de substâncias que prejudicam o organismo, como corantes, conservantes, sódio e açúcar em grandes quantidades. Sendo assim, quanto mais natural for a comida mais saudável e benefícios terá. O corpo humano é formado por células, que precisam de nutrientes, estas, são a matéria prima do organismo assim devem ser de boa qualidade.

Uma alimentação saudável deve ser bem equilibrada e balanceada, tendo de, sempre conter os micronutrientes e os macronutrientes. Isto é, os micronutrientes são as vitaminas e minerais, necessários em menores quantidades. Já os macronutrientes são os carboidratos, proteínas e lipídios, estes, necessários em maiores quantidades. É importante que as refeições sejam variadas, fornecendo todos os grupos de nutrientes, pois nenhum alimento sozinho é capaz de oferecer tudo que o organismo precisa, assim como também não é que ele seja bom, que deve ser consumido em excesso.


Dicas para uma alimentação saudável:
Escolha os alimentos de maneira correta, opte mais pelos alimentos que a natureza produz.

Aprecie a refeição mastigando bem os alimentos, assim terá uma boa digestão e absorção dos nutrientes.

Evite temperos industrializados. Dê preferência sempre aos sabores naturais por exemplo alho, cebola, manjericão, salsinha, alecrim, pimentas dentre outros.

Adicione  frutas ao dia a dia, consumindo-as com casca e bagaço quando for possível, assim aproveitando melhor todos os seus nutrientes.

Beba água, se hidrate ao longo do dia.

Evite o excesso de massas, doces e açúcar.

São benefícios de uma boa alimentação:

Melhora do humor e memória;

Redução do cansaço e estresse;

Prevenção do envelhecimento precoce da pele;

Diminuição do risco de desenvolvimento de doenças.

A saúde depende muito mais do que se come e do estilo de vida, do que somente da herança genética. Ter uma alimentação saudável, é essencial para que se evite problemas de saúde.

Dessa forma, as vitaminas e sais minerais são imprescindíveis para se ter uma boa qualidade de vida. Elas fazem parte de vários processos metabólicos no organismo, incluindo a produção de energia, de hormônios e de estruturas celulares. Sua deficiência pode fazer com que a pessoa venha ter problemas como cansaço, infecções e diarréia.

Uma abordagem nutricional completa, com exames laboratoriais fazem parte de um conjunto de parâmetros que direcionam o médico na avaliação do estado nutricional do paciente. O Laboratório Santa Lucia, tem em seu propósito cuidar das pessoas. Conta com uma equipe dedicada e exames com qualidade e agilidade, além de propiciar um amplo menu de exames em suas oito unidades.

Foi ao médico, nutrólogo ou nutricionista e tem exames para serem feitos? Agende seu exame de forma prática e segura em nosso site, clique aqui.

Gostou do artigo e quer saber com anda sua saúde nutricional? Converse com seu médico e faça seus exames conosco, cuidar das pessoas é o nosso propósito.

Novembro Azul – Mês de prevenção do câncer de próstata

Novembro Azul

Mês de prevenção do câncer de próstata

O Novembro Azul é um movimento de conscientização sobre o câncer de próstata. Esse movimento teve início em 2003, na Austrália, aproveitando as comemorações do Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, celebrado no dia 17 de novembro. No Brasil, a campanha chegou por intermédio do Instituto Lado a Lado pela Vida a fim de vencer o preconceito pelo lado dos homens, com relação ao exame de toque.

O câncer de próstata é o mais comum entre os homens, após os tumores de pele. Esse tipo de tumor pode demorar a se manifestar, portanto, é importante a realização constante de exames preventivos a fim de que a descoberta não seja feita com o tumor já em estágio avançado. Sintomas como dores nas costas, nas pernas e nos quadris podem surgir em função da disseminação da doença.

Dessa forma, homens a partir dos 45 anos, com fatores de riscos, ou com 50 anos, sem fatores de risco, devem ir ao urologista anualmente para fazer os exames de avaliação da glândula.

Os principais sintomas são:

  • Vontade constante de urinar
  • Dores ao urinar
  • Presença de sangue na urina e/ou no sêmen
  • Dores ósseas

A ausência de sintomas não garante que esteja tudo bem. Na fase inicial, o câncer de próstata não apresenta sintomas. Quando alguns deles vêm à tona, cerca de 95% dos tumores encontram-se em fase avançada.

Entre os fatores de risco estão:

  • Histórico de câncer de próstata na família (pai e irmãos)
  • Etnia negra (os homens negros têm maior incidência desse câncer)
  • Obesidade
  • Alimentação inadequada
  • Sedentarismo

Os exames de rastreamento, que são a dosagem do PSA e o toque retal, possibilitam que o diagnóstico precoce seja feito. Mas nem sempre a alteração do nível do PSA indica câncer. A dosagem pode variar por outros motivos como hiperplasia benigna da próstata, prostatite, infecção urinária… Por isso, o homem deve fazer o toque retal também.

Felizmente, quando a doença é detectada em fase inicial, a chance de cura ultrapassa os 90%. Além de salvar vidas, a detecção precoce permite recuperar a alegria e a autoestima dos homens, assim como o bem estar da família.

Gostou do artigo? Compartilhe com seus amigos e familiares. O diagnóstico precoce do câncer de próstata aumenta as chances de cura.

Inscreva-se e faça parte de nossa lista vip! Você receberá conteúdos em primeira mão.

O outubro rosa busca a conscientização das mulheres a respeito da importância da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama

O Outubro Rosa busca a conscientização das mulheres a respeito da importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama.

O câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil. É uma doença causada pela multiplicação de células anormais da mama, que desenvolve o tumor. Há vários tipos de câncer de mama, alguns têm desenvolvimento rápido enquanto outros são mais lentos. Existem vários fatores que podem aumentar o risco de desenvolver a doença, como: endócrinos/história reprodutiva, fatores comportamentais/ ambientais e fatores genéticos/ hereditários.
O mês de outubro traz consigo a campanha de conscientização Outubro Rosa, que busca alertar as mulheres a respeito da importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama.

SINAIS E SINTOMAS

É de suma importância que as mulheres observem suas mamas sempre que se sentirem confortáveis para tal, por exemplo durante o banho ou no momento da troca de roupa. Os principais sintomas e sinais do câncer de mama são:
• Caroço (nódulo) fixo, endurecido e, geralmente, indolor;
• Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de
laranja;
• Alterações no bico do peito (mamilo);
• Pequenos nódulos na região embaixo dos braços (axilas) ou no
pescoço;
• Saída espontânea de líquido dos mamilos
Ao indicarem alterações persistentes nas mamas deve-se procurar imediatamente um serviço para avaliação diagnóstica.

DETECÇÃO PRECOCE

Em grande parte dos casos o câncer de mama pode ser detectado em fases iniciais, aumentando assim as chances de tratamento e cura.
Além de estar atenta ao seu corpo, também é recomendado que mulheres de 50 a 69 anos façam uma mamografia de rastreamento, isto é, quando não há sinais nem sintomas, a cada dois anos. Esse exame pode ajudar a identificar o câncer antes do surgimento dos sintomas. Já a mamografia é uma radiografia das mamas feita por um equipamento de raios X chamado mamógrafo, capaz de identificar alterações suspeitas.
Mulheres que tenham risco elevado para câncer de mama devem conversar com seu médico para avaliação e decidir a conduta a ser adotada.

PREVENÇÃO

De modo geral, a prevenção baseia-se no controle dos fatores de risco e no estímulo aos fatores protetores com a adoção de hábitos saudáveis como:

• Praticar atividade física regularmente;
• Alimentar-se de forma saudável;
• Manter o peso corporal adequado;
• Evitar o consumo de bebidas alcoólicas;

DIAGNÓSTICO E INFORMAÇÕES

Após o diagnóstico de um câncer ocorrem muitas dúvidas, medos e incertezas. Considerada por muitos pacientes uma forte aliada, a informação é imprescindível em todos os momentos após o diagnóstico. Manter-se informada é fundamental para que a mulher se sinta segura para que possa tomar todas suas decisões, conversar sobre seu tratamento, efeitos colaterais e, até mesmo questionar quando for preciso.
Essas informações são variadas podendo vim de sites na internet, livros, outros pacientes e família. Entretanto, vale ressaltar que existem pacientes que preferem não se aprofundar sobre o câncer e nesta situação é preciso respeitar cada pessoa e seus limites.

ADAPTAR-SE ÁS MUDANÇAS

Entre o diagnóstico do câncer e durante o tratamento, pode ser que a mulher tenha que fazer uma série de adaptações para fazer e vivenciar. É bastante

comum, que durante o tratamento de um câncer a paciente precise parar de trabalhar por este período. Essa mudança pode influenciar todos os aspectos da sua vida sendo eles o financeiro, social, familiar e pessoal.
Veja algumas dicas que podem ajudar:
Conversar com sua esposa ou marido sobre essas mudanças e decisões que precisam ser acertadas;
Conversar com a família, sobre esse processo de mudança e as novas funções de cada um;
Pedir e aceitar ajuda para tarefas cotidianas.
Caso a mulher não consiga se adaptar as mudanças, o melhor é que se procure ajuda de um profissional de psicologia para ajudá-la durante este processo.
O site do Ministério da Saúde e o INCA – Instituto Nacional do Câncer disponibilizam uma cartilha com todas as informações e orientações sobre o câncer de mama.
Gostou do artigo? A prevenção e informações sobre câncer de mama é de grande importância para as mulheres. Compartilhe o artigo com suas amigas, tias, irmãs, vizinhas…

E para saber mais, deixe seu e-mail e receba sempre dicas sobre saúde e bem estar.

 

Cuidados com a saúde durante a primavera

A primavera chegou e traz consigo o convite de aproveitar os dias de sol e a natureza, mas ela também reserva seus contratempos. Os três meses que abrangem esta estação do ano possuem características climáticas peculiares que, quando combinadas, podem despertar alguns males no que diz respeito à saúde. Este período é caracterizado pelo clima úmido e quente, onde as flores protagonizam intenso processo de polinização. A seguir listamos 3 dicas para que você possa curtir a primavera cuidando da saúde e com bem estar.
Mantenha os ambientes arejados: Abra a janela e deixe o sol entrar! Isso faz com que o ar circule. Ambientes bem ventilados evitam o acúmulo de grãos de pólen vindo das flores e de ácaros, ambos caraterísticos desta estação do ano.
Hidrate a pele: O clima quente da primavera é sempre acompanhado de ventos frescos e frequentes. Assim sendo, o contato direto destes ventos com a pele, faz dessa estação um período de ressecamento natural da pele. Para não sofrer com a pele seca, use e abuse de hidratantes corporais.
Atenção com as crianças: As crianças são mais sensíveis às alergias respiratórias do que os adultos. Nos ambientes infantis, a atenção precisa ser redobrada, além da ventilação constante do ambiente, o recomendado é não fazer o uso de tapetes durante este período, tais como também os bichinhos de pelúcia, pois são grandes acumuladores de ácaros.
A estação das flores chegou, siga as dicas e compartilhe com seus amigos.

E para saber mais, deixe seu e-mail e receba dicas sobre saúde e bem estar.

10 dicas de ouro para cuidar do seu recém-nascido

Os primeiros meses do seu bebê podem ser desafiadores, mas repletos de encantos e descobertas. Estar atento aos pequenos detalhes e criar uma rotina é um ponto fundamental quando se trata de cuidados com filhos pequenos. Mesmo que você seja uma mamãe ou um papai de primeira viagem, temos certeza de que você logo se acostumará ao ritual de cuidados e atenção ao seu pequeno. Para que você tenha ainda mais conhecimentos no início de sua jornada, preparamos dez dicas valiosas. Confira!

1.Hora do banho!

Antes de tudo, procure deixar o sabonete (de preferência líquido e hipoalergênico) e a toalha do bebê ao seu alcance. Separe também as roupinhas, a fralda e algodão. É recomendável que a água da banheira esteja a 36 graus. No primeiro mês, especialistas recomendam que o bebê seja enrolado em uma toalha e que comece o banho pela cabeça, lavando e, em seguida, secando os cabelos. Em seguida, coloque o bebê na banheira e o ensaboe gentilmente. Os ouvidos do bebê podem ser limpos com água e algodão, somente em sua parte externa e secos após esse procedimento. Os olhinhos também podem ser limpos durante o banho com água e algodão. Quanto mais rápido for o banho, melhor!

2.Troca de fraldas.

No momento de trocar as fraldas, para os recém-nascido é bastante frequente, prefira um algodão com água para fazer a limpeza em vez dos lencinhos umedecidos. Quando a limpeza ocorrer depois do cocô, utilize uma solução de limpeza que não necessite de enxague e seja adequeada para a pele do bebê. Utilize um algodão e faça a limpeza de maneira suave.

3.Cuidados com o umbigo.

O coto umbilical do bebê, geralmente, cai até os seus 15 dias. Enquanto isso, limpe, principalmente, a área próxima da pele com álcool 70% aplicado com um cotonete e lave com água e sabonete na hora do banho. A região precisa estar sempre limpa e seca.

4.Como lidar com as cólicas.

As cólicas são um dos maiores desafios quando se trata de cuidados com filhos pequenos. Elas surgem a partir da terceira semana e é normal que a criança chore devido ao incômodo. As dores pode ser aliviadas por meio de massagens indicadas pelo médico ou por compressas mornas (evite colocá-las sobre a pele do recém-nascido). Os medicamentos podem ser indicados para aliviar as cólicas, desde que sejam recomendados pelo pediatra.

5.A posição adequada no colo.

É comum que o recém-nascido tenha refluxo, por isso, a recomendação é que, no colo, a cabecinha esteja sempre mais elevada que o corpinho.

6.Podemos passear?

Pediatras recomendam que o recém-nascido não vá para passeios. Pois, além dos riscos à sua saúde, o bebê corre o risco de se estressar devido ao excesso de barulho, pessoas e cheiros com os quais não está habituado. Portanto, a mamãe e o bebê precisam ficar no conforto de casa e repousar para que ganhem resistência.

7.Primeiros cuidados com a amamentação.

Mesmo que os recém-nascidos tenham o reflexo natural de procurar o peito com a boquinha, é importante estimulá-lo sempre que ele se apresentar inquieto. É essencial que o bebê aprenda a sugar de forma eficiente, afinal o leite materno é precioso para ele. Não recomenda-se o uso de chupeta ou mamadeira nessa fase inicial, pois eles podem atrapalhar o aprendizado do bebê. Antes da amamentação, verifique se as narinas do bebê estão entupidas e em caso positivo, higienize-as com soro fisiológico (você pode encontrar embalagens específicas para bebês).

8.Os benefícios dos banhos de sol.

Pediatras, depois da primeira consulta, costumam indicam que recém-nascidos tomem banhos de sol breves, de no máximo 15 minutos, apenas em suas perninhas, devido à delicadeza da pele. Os horários indicados para o banho de sol são até 10h ou entre 16h e 17h. Mesmo a claridade indireta, vale por um banho de sol para o pequeno.

9. Soninho tranquilo.

Outro desafio do universo de cuidados com filhos pequenos é garantir que o sono do recém nascido seja tranquilo. Vejamos algumas dicas:

  • Coloque o bebê para dormir deitado de barriga para cima, não de bruços.
  • O ideal é que o colchão seja firme.
  • Não é recomendável a proximidade com bichos de pelúcia, pois esses podem provocar alergias.
  • Quando o recém-nascido dormir durante o dia, mantenha a claridade no ambiente e os sons em níveis normais.
  • À noite, deixe o ambiente mais escuro e silencioso. Mantenha contato delicado com o bebê. Seu toque fará com que ele se sinta confortável e melhorará a qualidade do sono.

10.Em casa.

Seu pequeno estava acostumado com a paz e tranquilidade do útero. Portanto, a casa precisa estar tranquila e silenciosa. Quanto às visitas, especialistas recomendam que elas não sejam feitas durante o primeiro mês de vida do bebê.

Esperamos que você tenha ótimas experiências durante sua jornada de descobertas e que seu pequeno cresça saudável e feliz! Nos vemos nos próximos artigos!

Gostou da dica? Compartilhe com mamães e papais de recém nascidos. Deixe seu email para receber mais dicas sobre saúde e bem estar do seu filho.

 

 

Conheça 5 cuidados para ter com idosos em casa

Todos nós conhecemos uma pessoa na terceira idade; seja um familiar, um amigo ou conhecido.
Por isso devemos saber que essas pessoas precisam de cuidados essenciais para que se mantenham com uma boa qualidade de vida.
Por mais que muitos idosos façam questão de serem independentes a partir de 80 anos eles precisam de alguma ajuda externa. Pode precisar de ajuda para ir as compras, pagar contas, ir ao médico e muitas outras tarefas rotineiras como: fazer sua higiene, preparar sua comida, manter uma rotina saudável física e mental.
O recomendado é seguir uma alimentação saudável ou uma dieta balanceada por um nutricionista. Na terceira idade perdemos cálcio e pode aparecer alguma restrição alimentar ou queda de nutrientes. Nessa fase, olfato e paladar ficam progressivamente comprometidos. É comum o idoso se desinteressar por doces e salgados. A produção de saliva também é reduzida e aparecem as dificuldades no processo de mastigação e deglutição, que causam impacto significativo na quantidade e qualidade da ingestão do alimento.
É importante conscientizar que a atividade física na terceira idade é muito importante para a rotina dos idosos, pois colabora com sua saúde, agindo sobre o envelhecimento e evitando muitas vezes a sua limitação funcional. Realizar alguma atividade física; uma caminhada na lagoa ou em uma pracinha perto de casa pela manhã torna o idoso mais animado garantindo assim o bem-estar e a qualidade de vida.
Bebam bastante água já que tem a tendência a desidratar. O baixo consumo de água pelo idoso, associado a uma série de alterações nos mecanismos de controle de água no organismo, leva muito facilmente à desidratação. Quem convive com idosos frequentemente escuta “não sinto sede”, “não gosto de água”. Incentivar o consumo de água é fundamental na alimentação saudável de qualquer pessoa e especialmente do idoso. Determine a ingestão de pelo menos dois litros de água por dia.
Organize os medicamentos. Uma boa dica para a medicação é uma caixinha com divisória semanal com noite e dia. Faça uma lista com você está tomando e quais são os horários de cada medicamento. Mantenha esta lista com você e outra em casa, a vista de todos. Você pode, também, dar uma cópia para um amigo ou pessoa em que você confie.
Adaptar a casa para condições de uso para o idoso começa na calçada com uma rampa com piso que não escorregue. Já dentro da casa, a circulação segura é prioridade: o piso ideal, por exemplo, é plano, regular, antiderrapante e sem degraus e desníveis. Caso tenham escadas é necessário instalar o corrimão. Barras de apoio no banheiro; perto do vaso e dentro do box são de extrema importância já que com a água e o piso frio o banheiro se torna um dos lugares mais perigosos para o idoso. O mobiliário deve ser revisto para que facilite a circulação. Uma dica muito eficaz e importante para a locomoção a noite são as luzinhas instaladas nas tomadas indicando o trajeto do banheiro ou até mesmo uma lanterna ou um abajur ao lado da cama.
Um dos segredos para longevidade é ter uma vida social na terceira idade. Uma simples conversa é o melhor presente que você pode dar a um idoso. A família e os amigos devem estar presentes para fazer companhia. Motivar o idoso a sair de casa seja em aniversários dos familiares, encontros em grupos de convivência; estar conectado pessoalmente e virtualmente como nas redes sociais tem uma influência positiva no bem-estar psicológico de cada um.

Gostou das dicas? Se você conhece alguém que gostaria de saber mais sobre cuidados com idosos compartilhe esse artigo. Quer receber mais dicas sobre saúde e cuidados com idosos, deixe seu email: